FILTRAR

x

FILTROS

x

    LIMPAR

  • Abya-Yala

  • Arte/Educação

  • Brasilidades

  • Cultura Infância

  • Cultura Viva

  • Ecologias

  • Interfases

  • Letras e Literatura

  • Mapeadas

    LIMPAR

  • 20 - Podem as Práticas Artísticas Construir Territórios?

  • 19 - Zênite

  • 18 - Tecidos e tessituras da Cultura Popular

  • 17 - Recriação da Memória

  • 16 - Corpo Estendido

  • 15 - Educação como Política

  • 14 - Laboratório Rua

  • 13 - Florescer Criança

  • 12 - Mundaréu de Brincadeira

  • 11 - Leitura e Suas Tecituras

  • 10 - Em Trânsitos

  • 09 - Reinvenção da Educação

  • 08 - Outras Ecologias

  • 07 - Tear em Casa

  • 06 - Rememorar

  • 05 - A Cena e o Som

  • 04 - Arte da Palavra

  • 03 - Brincantes

  • 02 - Arte e Natureza

  • 01 - Arte e Cultura Popular

    LIMPAR

  • Arte do Barro

  • Arte do Fio

  • Diário do Quintal

  • Fios de Prosa com Simas

  • Memórias da Arte/Educação

Astrolábio v-2.0
O brin­que­do de na­ve­gar sem per­der o Sul
Mediação Cultural como arte/educação
Cartografia, ge­o­poé­ti­ca dos sen­ti­dos.
Lembranças de Sepetiba
Nes­te ví­deo mo­ra­do­res de Sepetiba – RJ con­tam lem­bran­ças da praia, cau­sos pou­co co­nhe­ci­dos co­mo o da la­ma da praia que fa­zia mi­la­gres, an­tes do pro­ces­so de po­lui­ção da baía, e de quan­do ha­vi­am fes­tas de tra­di­ções afro­bra­si­lei­ras na vi­ra­da no ano. O Ponto de Cultura a A era do Radio, de Sepetiba fo­ram par­cei­ros […]
Roda
Abrindo as ro­tas de na­ve­ga­ção do Astrolábio em es­pa­nhol (ou cas­te­lha­no, pa­ra ser­mos mais pre­ci­sos) a nos­sa que­ri­da Eunice Muruet nos en­via es­te pe­que­no e be­lo tex­to de fron­tei­ra, que re­fle­te so­bre o lu­gar da ro­das e ci­clos da/na cul­tu­ra da nos­sa América
É tempo de resistência
Sancionada em ju­lho de 2014 a Lei 13.018 cria a Política Nacional de Cultura Viva co­mo po­lí­ti­ca de Estado.  Mas do que tra­ta e qual a si­tu­a­ção de­la ho­je? Davy Alexandrinsky é par­te des­sa his­tó­ria des­de seu iní­cio em 2005 e par­ti­lha seu olhar com o Astrolábio.
Cantos de um Sertão Carioca
O “Ecomuseu do Sertão Carioca”, cri­a­do em 2009,  tem co­mo pre­o­cu­pa­ções prin­ci­pais a pre­ser­va­ção do pa­trimô­nio cul­tu­ral ali­a­do ao de­sen­vol­vi­men­to so­ci­al. O ser­tão ca­ri­o­ca e seus in­ven­tá­ri­os são pen­sa­dos nos es­cri­tos de Bernardo Marques.
Regar ideias
Nossa se­me­a­du­ra du­ran­te os anos de exis­tên­cia do Tear na ver­são on­li­ne 
Rememorar
Garimpo de bo­as his­tó­ri­as
Um lugar para retornar
Dois re­la­tos tra­mam afe­tos, vi­vên­ci­as, me­mó­ri­as e lei­tu­ras de Vila Kennedy, Zona Oeste do Rio 
Largo da Fábrica das Chitas
Tijuca de Rua em Rua e 100 Anos da Praça Saens Peña
Um tecido que inspira a arte
 Brasilidade nas es­tam­pas de chi­ta
Sobre Cultura Popular e Educação
Possibilidades edu­ca­ti­vas nas tra­di­ções
Gargalhar o Porvindouro
Aurora, a bo­ne­ca gi­gan­te que já nas­ceu an­ciã
Samba, memória e mediação
As no­vas nar­ra­ti­vas da cul­tu­ra po­pu­lar no es­pa­ço ur­ba­no
Tecendo na Rota Rebouças
Arte edu­ca­ção, das tra­di­ções do Tear pa­ra a re­de de pon­tos.  Relato de Karen so­bre sua ex­pe­ri­ên­cia no per­cur­so for­ma­ti­vo.
Brincar é essência e processo
O pro­je­to Mundaréu de Brincadeira co­mo cam­po de in­ves­ti­ga­ção e de atu­a­ção no mun­do
O que torna um mestre, mestre?
A gen­te não tem mais ida­de pra tá lu­tan­do, a gen­te tem que tá so­man­do, tra­zen­do pes­so­as, agre­gan­do, eu sei que es­sa for­ma é no­va pra gen­te, mas a gen­te tem que acre­di­tar
Reisado dos Irmãos
Os nos­sos cír­cu­los e as ci­ran­das da tra­di­ção
Beijo de mundos e línguas – Corposinalizante
Experiênia do gru­po ar­tís­ti­co, aber­to a jo­vens sur­dos e ou­vin­tes que se in­te­res­sam pe­la Língua Brasileira de Sinais
A morada poética de Frida Khalo  
Sua ima­gem con­tem­po­râ­nea e a vis­ce­ra­li­da­de ex­pe­ri­men­ta­da
A vocação de educar
al­gu­mas pa­la­vras so­bre  o exer­cí­cio do tra­ba­lho da edu­ca­ção
O Guardião da Praça
A ge­lo­te­ca do Seu Noronha na pra­ça Rio Grande do Norte, no Engenho de Dentro, zo­na Norte do Rio de Janeiro.
Fios de Prosa com Simas – Pequenas Áfricas
O quin­to epi­só­dio da sé­rie Fios de Prosa
Expedições peripatéticas com ginga carioca
car­to­gra­fi­as dos pas­sos e com­pas­sos do sam­ba e da me­mó­ria da ci­da­de
Fios de Prosa com Simas – Samba
O quar­to epi­só­dio da sé­rie Fios da Memória
A vida urbana e o brincar
Qual o tem­po e es­pa­ço da brin­ca­dei­ra com­par­ti­lha­da nos es­pa­ços pú­bli­cos?
Criança e Natureza
Observações (d)e Natureza Lúdica
Tecendo Histórias pela Cidade
Redes de con­ta­do­res de his­tó­ri­as e can­ta­do­res de po­e­si­as se ar­ti­cu­lam am­pli­an­do os cír­cu­los no Rio de Janeiro
Cartografias em movimento
da rein­ven­ção do pú­bli­co do es­pa­ço ur­ba­no e do de­se­jo de des­truir in­vi­si­bi­li­da­des co­ti­di­a­nas
Educação Indígena
As di­fe­ren­tes ma­nei­ras de edu­car
Nos Fluxos da Rota Brasil
Conheça uma ro­ta de pon­tos de cul­tu­ra que fa­zem a di­fe­ren­ça na ci­da­de do Rio de Janeiro
Os olhos do não visto
Gandhy Piorski re­fle­te so­bre a sim­bo­lo­gia e a in­fân­cia do po­vo Mursi, a par­tir de en­saio fo­to­grá­fi­co de Hans Silvester.
Francisco Brennand – Construtor de Catedrais
 O bar­ro co­mo ma­té­ria da cri­a­ção  é le­va­do ao seu pon­to má­xi­mo no mu­seu vi­vo de Brennand 
Um passeio pelo Território do Brincar
Uma vi­a­gem pe­lo Brasil em bus­ca de brin­que­dos e brin­ca­dei­ras. Território do Brincar é um pro­je­to fei­to em fa­mí­lia, e apre­sen­ta uma co­le­ção de in­fân­ci­as es­pa­lha­das pe­lo país.