FILTRAR

x

FILTROS

x

    LIMPAR

  • Abya-Yala

  • Arte/Educação

  • Brasilidades

  • Cultura Infância

  • Cultura Viva

  • Ecologias

  • Interfases

  • Letras e Literatura

  • Mapeadas

  • Mixada

    LIMPAR

  • 21 - Espaço habitado, território de criação

  • 20 - Podem as Práticas Artísticas Construir Territórios?

  • 19 - Zênite

  • 18 - Tecidos e tessituras da Cultura Popular

  • 17 - Recriação da Memória

  • 16 - Corpo Estendido

  • 15 - Educação como Política

  • 14 - Laboratório Rua

  • 13 - Florescer Criança

  • 12 - Mundaréu de Brincadeira

  • 11 - Leitura e Suas Tecituras

  • 10 - Em Trânsitos

  • 09 - Reinvenção da Educação

  • 08 - Outras Ecologias

  • 07 - Tear em Casa

  • 06 - Rememorar

  • 05 - A Cena e o Som

  • 04 - Arte da Palavra

  • 03 - Brincantes

  • 02 - Arte e Natureza

  • 01 - Arte e Cultura Popular

    LIMPAR

  • Arte da renda - 1º temporada

  • Arte do Barro

  • Arte do Fio

  • Diário do Quintal

  • Ecos da Palavra

  • Fios de Prosa com Simas

  • Intercâmbios Andarilhos

  • Memórias da Arte/Educação

Amabilidade urbana
Marca da intervenção temporária na cidade contemporânea. Teria a amabilidade urbana relação com as características físicas do lugar, com as intervenções temporárias que ocorrem sobre esse espaço, ou com as pessoas que o utilizam?
Diário do Tear – Frans Krajcberg
A turma de Artes Integradas conheceu a obra de Frans Krajcberg, artista polonês que veio morar em Minas Gerais, terra onde fincou raízes profundas. Assim, como Frans, as crianças fizeram suas esculturas com troncos e galhos caídos no quintal.
Cantos de um Sertão Carioca
O “Ecomuseu do Sertão Carioca”, criado em 2009,  tem como preocupações principais a preservação do patrimônio cultural aliado ao desenvolvimento social. O sertão carioca e seus inventários são pensados nos escritos de Bernardo Marques.
Mapeamentos
Costurando mundos, descobrindo junto
Reflexivas
reflexões  afinadas aos mapeamentos do Astrolábio
O que torna um mestre, mestre?
A gente não tem mais idade pra tá lutando, a gente tem que tá somando, trazendo pessoas, agregando, eu sei que essa forma é nova pra gente, mas a gente tem que acreditar
Yoga para pessoas nas e das ruas
Entrevista com Andre Andrade Pereira, o idealizador do Café da manhã
Diálogos entre Ciência e Arte
A ciência que nos distancia do mundo vivido também nos aproxima da palavra – a palavra escrita, a criação.
A Caminho de Mariana
Fotógrafo Marcelo Valle relata sua experiência em Mariana/MG após catástrofe provocada por rompimento de barragem de mineradora Samarco
Campo Grande e sua horta comunitária
Favela  abriga projeto de educação alimentar para adultos e crianças
Água da chuva para o Rio
Como captar e reutilizar a água da Chuva? Porque é importante pensar nisso?
Educação Ambiental Crítica – Contribuições e Desafios
Situando a perspectiva crítica na Educação Ambiental 
Pancs – A revolução alimentar
Alimentação alternativa e investigativa, saiba sobre as plantas alimentícias não convencionais, o projeto Ka’a-eté e as Pancs do Tear
Esculturas de seda
Arte feita pela natureza, o impressionante trabalho das aranhas na Austrália
Diário do Quintal – Depois da Chuva
A matéria nasce no solo, base de toda sua sustentação. Ela cresce, se desenvolve e tudo que a constitui volta para o solo novamente.
O livro que vira árvore
Editora argentina cria livro de ler e plantar, saiba como ele é feito
Diário do Quintal – Mistérios
Os enamorados, buscando cores pro amor, Dizem que é da paixão, esta colorida flor.
Diário do Quintal – Amores e Amoras
Seus frutos bem pequenos se juntam, unidos pela doçura da vida. Sabe de quem estou falando?
Diário do Quintal – Pequenos Naturalistas
O naturalismo dos pequenos é natural, sem fobias. Faz parte de seu ser/estar/pertencer ao mundo.
Diário do Quintal – Árvore de Chicletes
Mas o que um samba enredo tem a ver com o chiclete? Vou contar (escrever) uma pequena história pra vocês!
Nos Fluxos da Rota Brasil
Conheça uma rota de pontos de cultura que fazem a diferença na cidade do Rio de Janeiro
Diário do Quintal -Barquinho dos Sonhos
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Diário do Quintal – Germinação
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Bizunga, a dona do Toré
Uma beija-flor brincante, guardiã da memória viva das brincadeiras no Quilombo Carcará, na zona rural de Potengi, no Cariri cearense.
Um Rio de Histórias – O Rio que nunca existiu
Venha passear conosco por um Rio de soluções imaginadas para problemas concretos de mobilidade, poluição, educação e meio ambiente.
Hidroelétricas na Amazônia, qual é o problema? produzem “energia limpa”?
Animação explica direitinho o que acontece
A sucata que deu música
A capacidade criativa é nosso recurso inesgotável! Conheça artistas que olharam para a sucata e descobriram a música.
Diário do Quintal – Diversidade do Quintal
 
Diário do Quintal – Cenoura
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Ludicidade – Nossa Mediação de Leitura
A semeadura do livro e da leitura no quintal do Tear e nos espaços públicos da cidade.
Diário do Quintal – Emilia!
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Canteiros Lúdicos
Estratégias lúdicas para a educação ecológica
Rua – espaço educativo
A rua também ensina e precisamos aprender a ler as mensagens que ela emite, entender a Cidade como Currículo.
Diário do Quintal – Jabuticabas
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Os olhos do não visto
Gandhy Piorski reflete sobre a simbologia e a infância do povo Mursi, a partir de ensaio fotográfico de Hans Silvester.
Serra da Misericórdia
A última área verde da Leopoldina na mira dos caçadores.
Diário do Quintal – Dona Pupi
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Diário do Quintal – Chaya
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
A sustentável leveza do Xingu
As práticas indígenas de arquitetura natural e coleta de sementes são exemplos de sustentabilidade
Diário do Quintal – Composteira
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.