FILTRAR

x

FILTROS

x

    LIMPAR

  • Abya-Yala

  • Arte/Educação

  • Brasilidades

  • Cultura Infância

  • Cultura Viva

  • Ecologias

  • Interfases

  • Letras e Literatura

  • Mapeadas

  • Mixada

    LIMPAR

  • 21 - Espaço habitado, território de criação

  • 20 - Podem as Práticas Artísticas Construir Territórios?

  • 19 - Zênite

  • 18 - Tecidos e tessituras da Cultura Popular

  • 17 - Recriação da Memória

  • 16 - Corpo Estendido

  • 15 - Educação como Política

  • 14 - Laboratório Rua

  • 13 - Florescer Criança

  • 12 - Mundaréu de Brincadeira

  • 11 - Leitura e Suas Tecituras

  • 10 - Em Trânsitos

  • 09 - Reinvenção da Educação

  • 08 - Outras Ecologias

  • 07 - Tear em Casa

  • 06 - Rememorar

  • 05 - A Cena e o Som

  • 04 - Arte da Palavra

  • 03 - Brincantes

  • 02 - Arte e Natureza

  • 01 - Arte e Cultura Popular

    LIMPAR

  • Arte da renda - 1º temporada

  • Arte do Barro

  • Arte do Fio

  • Diário do Quintal

  • Ecos da Palavra

  • Fios de Prosa com Simas

  • Intercâmbios Andarilhos

  • Memórias da Arte/Educação

Almir Guineto
Suas músicas estão na nossa memória afetiva e marcam presença nas rodas de samba que se presem. Não por acaso, a história do músico é atravessada por importantes pessoas e comunidades culturais que fazem re-existir os movimentos diaspóricos africanos, nosso axé à brasileira.
Tempo
Assista o 1º Episódio da série Arte da Renda 
Espaço habitado, território de criação
O espaço, por suas características e por seu funcionamento, pelo que ele oferece a alguns e recusa a outros, pela seleção de localização feita entre as atividades e entre os homens, é o resultado de uma práxis coletiva que reproduz as relações sociais. O espaço evolui pelo movimento da sociedade total. Inspirados pelas palavras de […]
Fonte: Atrás do pano - https://goo.gl/SwvhVK
MENIN@ MESTR@
o sentido do pleno brincar
Mediação Cultural como arte/educação
Cartografia, geopoética dos sentidos.
Táticas para criar buracos de minhoca
Essa é a primeira metade da formulação de táticas para criar buracos de minhoca. O que quer dizer ressignificar territórios? Como e porquê fazê-lo? O que essa ressignificação acarreta para a efervescência de uma nova imaginação política?
Vitalino
A arte feita de barro, por um dos maiores mestres brasileiros
Regar ideias
Nossa semeadura durante os anos de existência do Tear na versão online 
Um tecido que inspira a arte
 Brasilidade nas estampas de chita
Tecidos e Tecituras da Cultura Popular
A Chita é o pano de fundo dessa edição, e o fio condutor para pensarmos os Fazimentos culturais de hoje e de ontem, os tecidos que vestem as cirandas brasileiras, que marcam presença na cultura viva, sobretudo em territórios cariocas. Nesse sentido, trataremos desse tear de histórias cantadas, contadas e literárias que circulam a tradição […]
Educação Como Política
Educar é educar-se. Como escreve Hannah Arendt, a política não é inerente ao homem, ela surge entre-homens, diferentes e plurais. Ela se estabelece como relação e se constrói no aprendizado mútuo. Uma educação democrática só é possível na convivência entre mulheres e homens, seres políticos interessados na desafiadora – mas não menos lúdica – tarefa […]
Tricô intervencionista
Conheça a artista de rua de 104 anos que está mudando a cara de sua cidade
Silêncio e Alvoroço
Conversações sobre a série de pinturas da artista plástica Martha Barros
Entrelaços de História de Educação
Amarrações e correspondências entre os vários saberes e fazeres de cultura na história da arte/educação.
Ousar Utopias
Da  Educação Cidadã à educação que a pessoa cidadã cria. 
Outras Ecologias
Renovação nas formas de convivência entre as pessoas e entre todos os seres da terra. Aprendemos com a natureza e com ela criamos práticas mais harmônicas de convívio.
Performance
Uma proposta alternativa para o Ensino da Arte
Andanças Criativas
Os caminhos essenciais da escrita passam pela leitura do mundo
Memórias da Arte/Educação – Ana Mae: Revendo Conquistas
[Vídeo] Palestra na integra de Ana Mae Barbosa no Colóquio “Revendo Conquistas da Arte/Educação no Brasil” a convite do Centro de Formação e Estudos em Arte Educação do Tear, como parte da comemoração dos 35 anos do Instituto de Arte Tear.
Arte do Barro – Gente da Roça
As cerâmicas do Jequitinhonha à Tracunhaém, são exibidas na série documental “A Arte do Barro” realizada pelo Tear
Rua – espaço educativo
A rua também ensina e precisamos aprender a ler as mensagens que ela emite, entender a Cidade como Currículo.
O Processo – Fio e Feminino
Bordô, grafiteira e arte educadora do Tear, fala de seu processo criativo e de sua experiência na companhia cirandeira.
Todo o poder da infância
Mc Soffia, menina de 11 anos, manda a letra em seu rap de protesto
Diário do Quintal – Jabuticabas
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.
Arte do Barro – Mulher
Mulher é mais do que se pensa
Histórias Cantadas
Uma entrevista com o en-cantador de histórias Cristiano Gouveia, um apaixonado pela inteligência das crianças.
Os olhos do não visto
Gandhy Piorski reflete sobre a simbologia e a infância do povo Mursi, a partir de ensaio fotográfico de Hans Silvester.
Um olhar sobre a ruína
um olhar que reinventa o abandono, revelando a poética contida na natureza do tempo, das construções e seu (des)uso.
As cores quentes do Sudão
Fotografias capturam na África momentos de rara beleza na relação gente-natureza
A poética do deslimite
Cartografia sobre um Brasil de artistas viscerais.
Francisco Brennand – Construtor de Catedrais
 O barro como matéria da criação  é levado ao seu ponto máximo no museu vivo de Brennand 
Afrobetizar
Vanessa Andrade fala de sua experiência no projeto que tem como propósito legitimar o corpo como território de afirmação da negritude.
Diário do Quintal – Composteira
Nos fundos da casa que habita o Tear, é guardado um espaço de cultivo de si e da terra, onde o encantamento da brincadeira faz brotar universos.