FILTRAR

x

FILTROS

x

    LIMPAR

  • Abya-Yala

  • Arte/Educação

  • Brasilidades

  • Cultura Infância

  • Cultura Viva

  • Ecologias

  • Interfases

  • Letras e Literatura

  • Mapeadas

    LIMPAR

  • 20 - Podem as Práticas Artísticas Construir Territórios?

  • 19 - Zênite

  • 18 - Tecidos e tessituras da Cultura Popular

  • 17 - Recriação da Memória

  • 16 - Corpo Estendido

  • 15 - Educação como Política

  • 14 - Laboratório Rua

  • 13 - Florescer Criança

  • 12 - Mundaréu de Brincadeira

  • 11 - Leitura e Suas Tecituras

  • 10 - Em Trânsitos

  • 09 - Reinvenção da Educação

  • 08 - Outras Ecologias

  • 07 - Tear em Casa

  • 06 - Rememorar

  • 05 - A Cena e o Som

  • 04 - Arte da Palavra

  • 03 - Brincantes

  • 02 - Arte e Natureza

  • 01 - Arte e Cultura Popular

    LIMPAR

  • Arte do Barro

  • Arte do Fio

  • Diário do Quintal

  • Fios de Prosa com Simas

  • Intercâmbios Andarilhos

  • Memórias da Arte/Educação

Fonte: Atrás do pano - https://goo.gl/SwvhVK
MENIN@ MESTR@
o sen­ti­do do ple­no brin­car
Mediação Cultural como arte/educação
Cartografia, ge­o­poé­ti­ca dos sen­ti­dos.
Táticas para criar buracos de minhoca
Essa é a pri­mei­ra me­ta­de da for­mu­la­ção de tá­ti­cas pa­ra cri­ar bu­ra­cos de mi­nho­ca. O que quer di­zer res­sig­ni­fi­car ter­ri­tó­ri­os? Como e porquê fazê-lo? O que es­sa res­sig­ni­fi­ca­ção acar­re­ta pa­ra a efer­ves­cên­cia de uma no­va ima­gi­na­ção po­lí­ti­ca?
Vitalino
A ar­te fei­ta de bar­ro, por um dos mai­o­res mes­tres bra­si­lei­ros
Regar ideias
Nossa se­me­a­du­ra du­ran­te os anos de exis­tên­cia do Tear na ver­são on­li­ne 
Um tecido que inspira a arte
 Brasilidade nas es­tam­pas de chi­ta
Tecidos e Tecituras da Cultura Popular
A Chita é o pa­no de fun­do des­sa edi­ção, e o fio con­du­tor pa­ra pen­sar­mos os Fazimentos cul­tu­rais de ho­je e de on­tem, os te­ci­dos que ves­tem as ci­ran­das bra­si­lei­ras, que mar­cam pre­sen­ça na cul­tu­ra vi­va, so­bre­tu­do em ter­ri­tó­ri­os ca­ri­o­cas. Nesse sen­ti­do, tra­ta­re­mos des­se te­ar de his­tó­ri­as can­ta­das, con­ta­das e li­te­rá­ri­as que cir­cu­lam a tra­di­ção […]
Educação Como Política
Educar é educar-se. Como es­cre­ve Hannah Arendt, a po­lí­ti­ca não é ine­ren­te ao ho­mem, ela sur­ge entre-homens, di­fe­ren­tes e plu­rais. Ela se es­ta­be­le­ce co­mo re­la­ção e se cons­trói no apren­di­za­do mú­tuo. Uma edu­ca­ção de­mo­crá­ti­ca só é pos­sí­vel na con­vi­vên­cia en­tre mu­lhe­res e ho­mens, se­res po­lí­ti­cos in­te­res­sa­dos na de­sa­fi­a­do­ra – mas não me­nos lú­di­ca – ta­re­fa […]
Tricô intervencionista
Conheça a ar­tis­ta de rua de 104 anos que es­tá mu­dan­do a ca­ra de sua ci­da­de
Silêncio e Alvoroço
Conversações so­bre a sé­rie de pin­tu­ras da ar­tis­ta plás­ti­ca Martha Barros
Entrelaços de História de Educação
Amarrações e cor­res­pon­dên­ci­as en­tre os vá­ri­os sa­be­res e fa­ze­res de cul­tu­ra na his­tó­ria da arte/educação.
Ousar Utopias
Da  Educação Cidadã à edu­ca­ção que a pes­soa ci­da­dã cria. 
Outras Ecologias
Renovação nas for­mas de con­vi­vên­cia en­tre as pes­so­as e en­tre to­dos os se­res da ter­ra. Aprendemos com a na­tu­re­za e com ela cri­a­mos prá­ti­cas mais harmô­ni­cas de con­ví­vio.
Performance
Uma pro­pos­ta al­ter­na­ti­va pa­ra o Ensino da Arte
Andanças Criativas
Os ca­mi­nhos es­sen­ci­ais da es­cri­ta pas­sam pe­la lei­tu­ra do mun­do
Memórias da Arte/Educação – Ana Mae: Revendo Conquistas
[Vídeo] Palestra na in­te­gra de Ana Mae Barbosa no Colóquio “Revendo Conquistas da Arte/Educação no Brasil” a con­vi­te do Centro de Formação e Estudos em Arte Educação do Tear, co­mo par­te da co­me­mo­ra­ção dos 35 anos do Instituto de Arte Tear.
Arte do Barro – Gente da Roça
As ce­râ­mi­cas do Jequitinhonha à Tracunhaém, são exi­bi­das na sé­rie do­cu­men­tal “A Arte do Barro” re­a­li­za­da pe­lo Tear
Rua – espaço educativo
A rua tam­bém en­si­na e pre­ci­sa­mos apren­der a ler as men­sa­gens que ela emi­te, en­ten­der a Cidade co­mo Currículo.
O Processo – Fio e Feminino
Bordô, gra­fi­tei­ra e ar­te edu­ca­do­ra do Tear, fa­la de seu pro­ces­so cri­a­ti­vo e de sua ex­pe­ri­ên­cia na com­pa­nhia ci­ran­dei­ra.
Todo o poder da infância
Mc Soffia, me­ni­na de 11 anos, man­da a le­tra em seu rap de pro­tes­to
Diário do Quintal – Jabuticabas
Nos fun­dos da ca­sa que ha­bi­ta o Tear, é guar­da­do um es­pa­ço de cul­ti­vo de si e da ter­ra, on­de o en­can­ta­men­to da brin­ca­dei­ra faz bro­tar uni­ver­sos.
Arte do Barro – Mulher
Mulher é mais do que se pen­sa
Histórias Cantadas
Uma en­tre­vis­ta com o en-cantador de his­tó­ri­as Cristiano Gouveia, um apai­xo­na­do pe­la in­te­li­gên­cia das cri­an­ças.
Os olhos do não visto
Gandhy Piorski re­fle­te so­bre a sim­bo­lo­gia e a in­fân­cia do po­vo Mursi, a par­tir de en­saio fo­to­grá­fi­co de Hans Silvester.
Um olhar sobre a ruína
um olhar que rein­ven­ta o aban­do­no, re­ve­lan­do a poé­ti­ca con­ti­da na na­tu­re­za do tem­po, das cons­tru­ções e seu (des)uso.
As cores quentes do Sudão
Fotografias cap­tu­ram na África mo­men­tos de ra­ra be­le­za na re­la­ção ho­mem na­tu­ra
A poética do deslimite
Cartografia so­bre um Brasil de ar­tis­tas vis­ce­rais.
Francisco Brennand – Construtor de Catedrais
 O bar­ro co­mo ma­té­ria da cri­a­ção  é le­va­do ao seu pon­to má­xi­mo no mu­seu vi­vo de Brennand 
Afrobetizar
Vanessa Andrade fa­la de sua ex­pe­ri­ên­cia no pro­je­to que tem co­mo pro­pó­si­to le­gi­ti­mar o cor­po co­mo ter­ri­tó­rio de afir­ma­ção da ne­gri­tu­de.
Diário do Quintal – Composteira
Nos fun­dos da ca­sa que ha­bi­ta o Tear, é guar­da­do um es­pa­ço de cul­ti­vo de si e da ter­ra, on­de o en­can­ta­men­to da brin­ca­dei­ra faz bro­tar uni­ver­sos.